apple eye hands
Certamente você já ouviu alguém falar que o filho está com “dor do crescimento”. Essa dor existe? Sim! Ela aparece em 10 a 20% das crianças, sendo mais comum naquelas em que os pais tiveram a mesma queixa. Os locais de maiores queixas são panturrilha, coxas ou atrás do joelho.

Geralmente ocorre ao fim do dia após muita atividade física. Sabe como melhora? Com a tranquilização dos pais e uma massagem. A criança dorme bem e no dia seguinte está tudo normal. Do ponto de vista emocional, esse carinho irá demonstrar que os pais se importam com o que ela está sentindo.

 Alguns estudos já observaram que a questão emocional pode estar relacionada. Crianças que estão sempre em atividade, que cobram muito de si mesmos, ou quem agendas muito preenchidas são mais vítimas frequentes da dor.

Porque ela ocorre? Não há uma explicação lógica para essa queixa, mas pode ser estimulada por alguns fatores como um dia frio, ou em que a criança tem uma carga de estresse na escola, uma prova ou após uma atividade física intensa

Cuidado! Esse é um diagnóstico que deve ser dado pelo médico. Algumas doenças podem começar com a queixa de dor em membros e na conversa com pediatra outros sintomas e/ou sinais encontrados podem sugerir a necessidade de realização de exames.

Annelise Barreto – Endocrino-pediatra
CRM 8336 | RQE 3905

Compartilhar: